Política

‘Agora é uma nova eleição’: diz Reinaldo após confirmação de 2º turno em MS

Logo após o resultado do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) que mostrou que haverá 2º turno em Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja, candidato à reeleição pelo PSDB, agradeceu os votos e projetou uma nova eleição até a data da próxima votação, marcada para o dia 28 de outubro. “É uma outra eleição. São […]

Ludyney Moura Publicado em 07/10/2018, às 20h04 - Atualizado às 20h24

(Fotos: Minamar Júnior)
(Fotos: Minamar Júnior) - (Fotos: Minamar Júnior)
‘Agora é uma nova eleição’: diz Reinaldo após confirmação de 2º turno em MS
(Fotos: Minamar Júnior)

Logo após o resultado do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) que mostrou que haverá 2º turno em Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja, candidato à reeleição pelo PSDB, agradeceu os votos e projetou uma nova eleição até a data da próxima votação, marcada para o dia 28 de outubro.

“É uma outra eleição. São dois candidatos, um contra o outro”, disparou Reinaldo, durante uma coletiva no comitê de campanha tucana acompanhado da família, políticos e aliados.

Com 44,61%, Azambuja agradeceu os votos da população, e disse acreditar que o resultado das urnas é a mostra que o sul-mato-grossense ‘acreditou’ no projeto do PSDB.

“Mesmo com ataques, inverdades, e mentiras que falaram sobre nós, (tivemos) voto de confiança pelo trabalho”, afirmou.‘Agora é uma nova eleição’: diz Reinaldo após confirmação de 2º turno em MS

O governador afirmou ainda que pretende fortalecer alianças com partidos aliados, para se preparar para o 2º turno. Ele disparou ainda que nas próximas semanas não haverá mais ‘combinações’ entre adversários para ‘incriminá-lo’.

“Vamos buscar os que acreditam no nosso jeito de fazer política. Com todos os ataques a população deu um voto de confiança. Vamos alianças. A gente faz política com quem a gente gosta e com gosta da gente. Vamos buscar todos eles para estarmos na eleição do 2 turno”, destacou.

Um dos partidos que Reinaldo já afirmou que vai procurar é o MDB, e destacou que o PSL, de Jair Bolsonaro, já está em seu ‘arco de alianças’.

Jornal Midiamax