Política

Zeca do PT ameniza tornozeleira no adversário e compara Puccinelli a Lula

Para petista operação contra ex-governador é ruim para imagem do Estado

Ludyney Moura Publicado em 11/05/2017, às 11h45

None

Para petista operação contra ex-governador é ruim para imagem do Estado

Principal adversário político do ex-governador André Puccinelli (PMDB) nos últimos anos, o deputado federal e também ex-governador Zeca do PT, lamentou a condução do peemedebista à sede da Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (11), no âmbito da Operação Máquinas de Lama.

“Lamento, porque para imagem do Estado é muito ruim”, disparou Zeca sobre a decisão da Justiça de colocar em seu adversário político uma tornozeleira eletrônica, dispositivo usado comumente por presos que cumprem prisão domiciliar ou que estão no regime semi-aberto. “Não tenho razão para comemorar esse tipo de coisa. Eu faço luta política, não pessoal”, emendou.Zeca do PT ameniza tornozeleira no adversário e compara Puccinelli a Lula

O petista frisou que é preciso esperar a conclusão das investigações, com apresentação de indícios e provas suficientes contra os alvos da 4ª fase da Operação Lama Asfáltica, para não incorrer na ‘hipocrisia’ de um discurso político de perseguição.

Apesar da tornozeleira em André e da prisão de pessoas que eram ligadas à sua gestão no governo estadual, Zeca ainda acha que o peemedebista é um nome forte para as eleições de 2018, e o comparou à figura do ex-presidente Lula.

“Se não for suficientemente provada essas investigações ele pode voltar mais forte do que era. Pega o caso do Lula, com quatro ou cinco investigações, fica cada vez mais forte porque começa a cair a ficha de que não tem elemento ou provas suficientes como manda a constituição e os códigos penais”, finalizou o deputado federal, que já anunciou que pretende disputar uma cadeira no Senado em 2018. 

Jornal Midiamax