Política

Vereadores votam diretrizes que serão aplicadas em Campo Grande até 2021

Outros seis projetos estão pautados para esta 5ª

Jessica Benitez Publicado em 23/11/2017, às 10h15

None

Outros seis projetos estão pautados para esta 5ª

Entre outros projetos pautados para votação nesta quinta-feira (23), os vereadores de Campo Grande analisam e definem se aprovam ou não o PPA (Plano Plurianual), responsável por ditar as diretrizes, metas e objetivos da administração municipal para o próximo quadriênio (2018-2021).

A medida está dividida em sete pilares: desenvolvimento econômico; educação e informação; infraestrutura urbana e rural e meio ambiente; político institucional; saúde; sociocultural; operações especiais. A despesa para colocar em prática todos os segmentos está prevista em 3,7 bilhões, com projeção para R$ 12,8 bilhões até 2021.

De acordo com o projeto enviado à Câmara Municipal pelo Executivo, as diretrizes são a garantia dos direitos humanos com redução das desigualdades sociais, regionais, étnico-raciais e de gênero; ampliação da participação social, do controle social e da transparência; promoção da sustentabilidade ambiental e valorização da diversidade cultural e da identidade regional.Vereadores votam diretrizes que serão aplicadas em Campo Grande até 2021

Além disso, a excelência na gestão para garantir o provimento de bens e serviços à sociedade; humanização da saúde, elevando os índices de qualidade no atendimento à população; aumento da eficiência dos gastos públicos; crescimento econômico sustentável; estímulo e a valorização da educação, da ciência e da tecnologia; e equilíbrio entre receita e despesa. 

Ainda na sessão ordinária de hoje, os vereadores discutem outros seis projetos, sendo dois em segunda discussão e votação e o restante em primeira. 

Jornal Midiamax