Política

Reunião com servidores tem tensão e deputado acusa: ‘querem cizânia’

Fórum não quer associação de delegados no encontro

Midiamax Publicado em 09/06/2017, às 17h30

None

Fórum não quer associação de delegados no encontro

Começou tensa a reunião entre deputados, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) e o Fórum dos Servidores, na tentativa de intermediar uma solução para a negociação salarial da categoria. O problema foi a presença da presidente da Adepol (Associação dos Delegados da Polícia Civil), Márcia Regina Motta.  A entidade não faz parte do Fórum. 

Os representantes do Fórum rejeitaram a presença de alguém da entidade e o deputado Paulo Siufi (PMDB) reclamou da posição. “Eles estão querendo uma cizânia”, afirmou, na presença dos jornalistas.Reunião com servidores tem tensão e deputado acusa: 'querem cizânia'

Cizânia é sinômimo de desentendimento, desavença. Um dos integrantes do Fórum, Ricardo Bueno, respondeu que se  Adepol puder participar, vários outros sindicatos também deveriam estar, já que a entidade não faz parte do chamado Fórum Dialoga, criado para as negociações com o Estado.

Existe entre os sindicalistas a ameaça de realizar greve, em razão do reajuste zero anunciado pelo governo do Estado. Eles alegam que há 3 anos não é dada reposição salarial. No ano passado, foi concedido abono de R$ 200, 00, prorrogado este ano, mas não incorporado aos salários.

A reunião desta tarde é com uma comissão de deputados que tenta negociar, ao menos, que a inflação seja usada como correção dos salários dos 70 mil servidores de Mato Grosso do Sul. É a primeira com a participação do governador.

Assista ao vídeo.

(Matéria atualizada às 17h02 para acréscimo de informação)

Jornal Midiamax