Política

PT decide e Dilma fica de fora de eleições para governo do RS

Ex-presidente liberou partido parar buscar "alianças"

Joaquim Padilha Publicado em 01/12/2017, às 14h19

None

Ex-presidente liberou partido parar buscar “alianças”

A ex-presidente Dilma Roussef (PT) estará fora da corrida eleitoral no ano que vem, pelo menos para os eleitores do Rio Grande do Sul. O diretório estadual do PT deixou Dilma de lado na escolha da chapa para o cargo de governador e senador no Estado.

O anúncio oficial de qual será a chapa será dado no dia 9 de dezembro. Entretanto, líderes partidários já confirmaram ao Estadão a escolha do ex-ministro Miguel Rossetto como candidato ao governo e do senador Paulo Paim para a reeleição.

Dilma, que é registrada no Rio Grande do Sul poderia ter competido tanto à vaga de governadora quanto vice. O cargo suplente entretanto deve ficar para possíveis aliados, segundos os dirigentes do PT estadual.PT decide e Dilma fica de fora de eleições para governo do RS

O escanteio já havia sido deliberada pela própria ex-presidente. No início da semana, Dilma foi consultada e liberou o PT para “compor alianças” nas suas vagas para eleição. “Não estou avaliando isso no momento”, disse ela.

Segundo o deputado Pepe Vargas, ex-ministro de Dilma e presidente do PT gaúcho, embora a chapa já esteja fechada, a presidente cassada ainda pode ser candidata pelo Rio Grande do Sul “em qualquer hipótese.

Jornal Midiamax