Política

Prefeito tem 5 dias para provar que demitiu 200 e convocou concursados

Prazo era 20 de janeiro

Jessica Benitez Publicado em 21/02/2017, às 20h42

None
seletaaaaaaaa.jpg

Prazo era 20 de janeiro

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), tem cinco dias para comprovar à Justiça que demitiu 200 terceirizados da Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária e Omep (Organização Mundial Para Educação Pré-Escolar), bem como que convocou 70 concursados da área da educação para substituí-lo, conforme ficou acordado em audiência com o juiz David de Oliveira Gomes Filho.

O prazo acabou no dia 20 de janeiro e, sem ter provas de que realmente está cumprindo acordo judicial, o MPE-MS (Ministério Público Estadual) pediu que o prefeito junte aos autos relação de nomes dos demitidos e dos convocados.

No último dia 14, quando o órgão fez o pedido, a Prefeitura informou por meio de nota que está arcando com todas as medidas para cumprir o acordo firmado, “tomando cuidado para que os serviços não sejam prejudicados e que não ultrapassem o teto máximo de gasto permitido com pessoal”.

Sobre as 200 demissões que deveriam ser feitas até 16 de janeiro e convocação de concursados, o Executivo se limitou a dizer que “a Prefeitura está seguindo o cronograma estabelecido no acordo com MPE e o juiz”.

(Foto Arquivo Midiamax)

Jornal Midiamax