Política

Prefeito quer assinatura de moradores para aprovar tapa-buraco

Outras gestões estão na mira da Justiça por conta do serviço

Jessica Benitez Publicado em 06/01/2017, às 20h26

None
tapa.jpg

Outras gestões estão na mira da Justiça por conta do serviço

Prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD) quer assinaturas de moradores para empresa comprovar qualidade do tapa-buracos. Segundo ele, caso as empreiteiras não apresentem as ‘testemunhas’, não haverá pagamento. A medida é para evitar serviço de má qualidade e escândalos entorno do serviço.

“Vão ter que pegar duas pessoas do povo e elas que vão ser testemunhas de que realmente fizeram o trabalho e tamparam o buraco. Se não tiver duas testemunhas populares, eu não vou pagar”, declarou.

“Vamos criar uma equipe própria de fiscalização junto a estas empresas e eles e a população serão verdadeiros fiscais para saber se o trabalho está sendo bem executado”, completou. Algumas vias ele pretende recapear, mas ainda não pontuou quais.

Investigação – Devido a suspeita de irregularidades na operação do tapa-buracos, a força-tarefa da Operação Lama Asfáltica ajuizou ação contra o ex-prefeito Nelson Trad Filho (PTB) e outras 20 pessoas. Por decisão da Justiça, até que o processo seja julgado, eles estão com mais de R$ 20 milhões bloqueados.

Inicialmente eram R$ 315 milhões. O ex-peemedebista nega que tenha havido desvio de dinheiro e diz que o próprio  MPE-MS (Ministério Público Estadual)  arquivou inquérito sobre o assunto por falta de provas.

Jornal Midiamax