Política

​Prefeito entrega nova rotatória para desafogar o trânsito na Via Parque

Recurso de R$ 1,6 milhão

Midiamax Publicado em 16/08/2017, às 10h35

None

Recurso de R$ 1,6 milhão

Marquinhos Trad (PSD) e Reinaldo Azambuja (PSDB) entregam obra de readequação viária, nesta quarta-feira (16), entre as avenidas Mato Grosso e Nelly Martins ou Via Parque, em Campo Grande. O investimento foi de R$ 1,6 milhão.

Governador e prefeito, a partir das 8h30, estarão no local que teve convênio firmado com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito), em março, para melhora de 70% do tráfego de acesso ao Parque dos Poderes e o Bairro Carandá Bosque.

Foram quase cinco meses destinados a intervenções de drenagem, implantação de acesso entre a Rua Antônio Maria Coelho e Mato Grosso, aumento de faixa de rolagem e instalação de semáforos que adequam sinalização ao fluxo de veículos.

Estima-se que 36 mil veículos circulem diariamente pela Avenida Mato Grosso, enquanto outros 22 mil utilizam a Via Parque. Inicialmente se cogitou construir um viaduto para solucionar problemas de tráfego, porém o projeto acabou descartado pela prefeitura.

Com atraso

Janine de Lima Bruno, diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), admitiu atraso de 45 dias na obra por conta das chuvas entre abril e maio. Com ela concluída, agentes de trânsito vão orientar nos próximos 10 dias os motoristas sobre as mudanças.

Dentre as novidades decorrentes da readequação, conforme o diretor-presidente, está a redução de 15 para 2 minutos o tempo de espera para se percorrer a rotatória, além de três veículos poderem trafegar de forma simultânea.

Área ainda foi adotada, por meio do Propam (Programa de Parceria Municipal), pela empresa Casa das Sementes. Esta instalou no local sistema de irrigação israelense operado por celular, em troca de espaço publicitário no centro do cruzamento.

Mesmo sem previsão, obras de readequação viária devem ser estendidas a rotatória da Coca-Cola, que interliga as avenidas Costa e Silva e Interlagos. Viaduto pode ser construído com recurso federal.

Jornal Midiamax