Política

Prefeito ainda não analisou projeto que inclui Parada LGBT no calendário

Votação na Câmara gerou bate-boca

Jessica Benitez Publicado em 12/08/2017, às 12h01

None

Votação na Câmara gerou bate-boca

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), ainda não analisou projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal na última quinta-feira (10) que prevê inclusão da Parada LGBT no calendário oficial de eventos da cidade. Questionado se vai sancionar o texto, ele disse que precisa ver se não há inconstitucionalidade.

“Vou analisar realmente se há vícios de constitucionalidade ou não, para depois decidir”. A votação na Casa de Leis foi marcada por bastante discussão entre a bancada conservadora e os que apoiam a causa, mas, por 13 votos a 12, a matéria de autoria de Valdir Gomes (PP) e Eduardo Romero (Rede) foi aprovada. O vice-presidente da mesa diretora, vereador Cazuza (PP), desempatou o placar com voto de minerva favorável.

Prefeito ainda não analisou projeto que inclui Parada LGBT no calendário

De acordo com o texto, fica a cargo do poder público Municipal organizar atividades educativas sobre o tema, “visando a construção de uma cultura de respeito à diversidade, aos direitos humanos e à cidadania LGBT”. Mas, verba do Executivo só será usada se necessário, tendo em vista que o projeto prevê busca pelas parcerias com a iniciativa privada, entidades educativas ou outras entidades da sociedade civil.

Jornal Midiamax