Política

Ministro do STF suspende eleições para governador e vice no Amazonas

Chapa eleita foi cassada em maio por compra de votos

Joaquim Padilha Publicado em 29/06/2017, às 12h03

None

Chapa eleita foi cassada em maio por compra de votos

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, suspendeu na noite desta quarta-feira (28) as próximas eleições para governador e vice do Estado do Amazonas, marcadas para 6 de agosto.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) cassou, no útlimo dia 4 de maio, o mandado do governador eleito José Melo (Pros) e do vice-governador Henrique Oliveira (Solidariedade), acusados de compra de votos nas eleições de 2014.

Após a cassação, novas eleições foram agendadas, com um prazo de 40 dias. O vice-governador Henrique Oliveira recorreu da decisão da Corte Eleitoral no STF.

Com a decisão do ministro Lewandowski, o STF suspendeu as eleições até que o recurso da chapa eleita seja julgado em definitivo. No entanto, vice e governador não irão retornar ao cargo.Ministro do STF suspende eleições para governador e vice no Amazonas

“Em face do exposto, defiro a liminar para suspender a execução do cumprimento do acórdão daquela corte especializada até o esgotamento das instâncias ordinárias, quer dizer, até a publicação do acórdão de julgamento dos embargos de declarações lá opostos”, escreveu Lewandowski na decisão, que foi encaminhada ao TSE. 

Jornal Midiamax