Política

Marun será o entrevistado deste domingo do programa Canal Livre

Deputado tem sido "assediado" pela imprensa

Aliny Mary Dias Publicado em 07/05/2017, às 17h24

None
18237840_1561300593888202_1530808385643558783_o.jpg

Deputado tem sido “assediado” pela imprensa

O deputado federal e presidente da comissão especial sobre a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, Carlos Marun (PMDB) segue “assediado” pela imprensa nacional. Neste domingo (7), ele será entrevistado do programa Canal Livre, da Rede Bandeirantes.

Nos últimos dias, Marun tem estado nos “holofotes” em razão das discussões sobre a reforma previdenciária, aprovada na semana passada na comissão da Câmara. Está prevista para a próxima semana a apreciação do texto em plenário.

O talk show apresentado pelos jornalistas Fábio Pannuzio, Eduardo Oinegue e Sérgio Amaral vai ao ar na noite de hoje, depois do programa Pânico na Band. Em Mato Grosso do Sul, a Bandeirantes é a atual TVi.

 A REFORMA

Depois de analisada pelo colegiado, a proposta de emenda à Constituição precisa ser votada em dois turnos pelo Plenário, com pelos menos 308 votos para ser aprovada e encaminhada para análise do Senado.

A votação dos destaques foi interrompida na quarta-feira à noite, quando agentes penitenciários invadiram o plenário da comissão para protestar contra a retirada da categoria da regra de aposentadoria especial dos policiais.

Sobre a data que irá pra plenário, em entrevista nessa quinta-feira (4), Marun disse que não se sabe até então e que vai ficar a cargo do presidente da República Michel Temer (PMDB) definir e que ele deve analisar a possibilidade de aprovação primeiramente.

Jornal Midiamax