Política

Marun diz que Janot não consegue ‘derrubar’ Michel Temer

Deputado sul-mato-grossense é defensor político do presidente

Celso Bejarano Publicado em 01/07/2017, às 16h10

None

Deputado sul-mato-grossense é defensor político do presidente

Deputado federal Carlos Maruns, do PMDB de Mato Grosso do Sul, disse que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot está “sem a mínima condição de vencer esta batalha” que, segundo o parlamentar, seria a de “derrubar o presidente” Michel Temer. Esta informação foi publicada na coluna Expresso, da semanária Revista Época.

Marun disse que sua declaração tem a ver com a recente “derrota” sofrido por Janot na escolha de Raquel Dodge por Temer para substituí-lo na Procuradoria-Geral da República. O preferido de Janot para o cargo seria o procurador Nicolao Dino, o mais votado entre os colegas. O presidente resolveu desprezar a vitória de Dino entre os três procuradores que concorreram ao cargo. Nos governos de Lula e Dilma, os presidentes nomeavam chefe da Procuradoria o primeiro da lista tríplice.

Janot denunciou na última segunda-feira (26) o presidente Temer por corrupção passiva. A questão foi levada para a Câmara Federal que vai determinar agora se a investigação segue em diante. Se acatada – 342 dos 513 devem votar sim – Temer deve ficar afastado por seis meses e, se condenado, pode até ficar preso de 2 a 12 anos.

Ainda segundo a Época, Carlos Marun que Rodrigo Janot se transformou “no líder da oposição”, mas um “líder fraco”. “Janot e a oposição sabem que não podem derrubar o presidente, mas, mesmo assim, insistem em prejudicar o Brasil”, encerra.

Jornal Midiamax