Política

Lula afirma que cometeu erros e acusa Temer de privatizações

Petista está de passagem pelo Sergipe em agendas pelo Nordeste

Joaquim Padilha Publicado em 21/08/2017, às 12h10

None

Petista está de passagem pelo Sergipe em agendas pelo Nordeste

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da silva (PT) admitiu que cometeu erros à frente do governo, em uma agenda no fim da tarde deste domingo (20), em passagem pelo Estado de Sergipe. O petista utilizou a expressão “talvez” para diminuir a culpa.

“Sei que não fizemos tudo, talvez tenhamos cometido erros. Se a companheira Dilma estivesse aqui, com certeza iria reconhecer que teve erros”, afirmou Lula durante sua passagem pela cidade de Estância.

O petista está em caravana pela região Nordeste. Há dois dias, em outra agenda, Lula criticou a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) por não ter convidado o atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para seu governo.

Lula também aproveitou para criticar seus opositores. “Eu resolvi andar porque vocês sabem o que estão tentando fazer comigo. Tenham certeza que o problema não é o Lula. O problema são vocês”, disse, apontando para a audiência.Lula afirma que cometeu erros e acusa Temer de privatizações

“Eles não nos perdoam. Eles não me perdoam porque os pobres começaram a viajar a São Paulo de avião”, disse. O petista ainda acusou o governo Temer (PMDB) de promover privatizações. “Essa gente quer vender tudo, o Banco do Brasil, a Caixa, a Petrobras, o Brasil”.

O ex-presidente ainda chorou ao lamentar a morte do ex-governador de Sergipe, Marcelo Déda, e do ex-senador José Eduardo Dutra, ambos petistas, e de sua mulher, Marisa Letícia. 

Jornal Midiamax