Política

Leitura de denúncia contra Temer é adiada pela 2ª vez

Faltou quórum: apenas 22 deputados estavam no plenário

Midiamax Publicado em 25/09/2017, às 17h42

None

Faltou quórum: apenas 22 deputados estavam no plenário

Por falta de quórum, a leitura da denúncia contra o presidente Michel Temer foi adiada pela segunda vez. No horário em que a sessão estava para ter início havia apenas 22 deputados no plenário da Câmara, segundo o site Diário do Poder.

O quórum mínimo para a abertura de debates é de 51 parlamentares.

A segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República trata dos crimes de obstrução de justiça e organização criminosa.

No último dia 22, o plenário também não atingiu o quórum para abrir a sessão e fazer a leitura.

Após a leitura, Temer será notificado e terá o prazo de dez sessões plenárias para apresentar a sua defesa.

O site UOL informou que uma nova tentativa será feita terça-feira (26), às 10h (MS), segundo a agenda prevista.

Jornal Midiamax