Política

Imprensa ironiza erro de senador de MS em sessão que salvou Aécio

Assessoria do parlamentar explicou o equívoco.

Midiamax Publicado em 19/10/2017, às 20h25

None

Assessoria do parlamentar explicou o equívoco.

O jornalista Augusto Nunes, da rádio Jovem Pan, ironizou um erro do senador Pedro Chaves (PSC-MS) na sessão que devolveu o mandato a Aécio Neves (PSDB-MG).

Único integrante do PSC no Senado, Chaves anunciou que a orientação da bancada era para votar a favor da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que havia determinado o afastamento do tucano.

No entanto, em seguida, ele votou pela derrubada da decisão e consequente retorno do senador mineiro ao mandato.

A assessoria de Pedro Chaves, em Brasília, informou que Chaves realmente cometeu um equívoco no encaminhamento e que a real intenção do sul-mato-grossense era de votar pelo não afastamento do senador Aécio Neves.

Por 44 votos a 26, o Senado devolveu o mandato ao senador do PSDB.

Jornal Midiamax