Política

Ex-ministro dos Transportes é considerado foragido pela Polícia Federal

Antônio Rodrigues é suspeito de participação em organização criminosa

Richelieu Pereira Publicado em 24/11/2017, às 15h38

None

Antônio Rodrigues é suspeito de participação em organização criminosa

O presidente nacional do PR e ex-ministro dos Transportes Antônio Carlos Rodrigues é considerado foragido pela Polícia Federal (PF). Ele é alvo de mandado de prisão pela Justiça Eleitoral de Campos de Goytacazes (RJ) e, segundo informações do G1, é procurado pelos policiais.

Rodrigues é suspeito de corrupção, extorsão, participação em organização criminosa e falsidade ideológica na prestação de contas eleitorais na mesma investigação que resultou na prisão dos ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, ambos do PR.

Ex-ministro dos Transportes é considerado foragido pela Polícia Federal

A PF não conseguiu localizar o presidente do PR na última quarta (22), dia em que os dois ex-governadores foram presos.

O Ministério Público do Rio de Janeiro acusa o ex-ministro dos Transportes de ter negociado com Anthony Garotinho e com o frigorífico JBS a doação de dinheiro oriundo de propina para a campanha do ex-governador ao governo do estado do Rio de Janeiro, em 2014.

O inquérito que embasa a denúncia partiu da delação dos irmãos Wesley e Joesley Batista e do executivo do grupo J&F Ricardo Saud.

À TV Globo, a defesa do dirigente do PR informou nesta sexta que vai aguardar o julgamento de um habeas corpus ainda hoje para decidir se ele vai se entregar às autoridades policiais. Mesmo se a decisão não for favorável, disse um dos defensores de Rodrigues, ele vai se entregar.

Jornal Midiamax