Política

Enfermeiros deixam Câmara e vão ao Paço cobrar prefeito por reajuste

Executivo retirou da pauta projeto de benefícios à categoria

Ludyney Moura Publicado em 22/06/2017, às 13h04

None

Executivo retirou da pauta projeto de benefícios à categoria

A Prefeitura retirou da pauta de votação da Câmara Municipal os projetos que incorporam benefícios a profissionais da enfermagem e demais de nível superior que integram a chamada ‘referência 14’, gerando indignação nos servidores que lotaram o plenário da Casa na manhã desta quinta-feira (22).

O vereador Enfermeiro Fritz (PSD) convidou os enfermeiros que estavam na Câmara para irem à Prefeitura cobrarem um posicionamento do prefeito Marquinhos Trad (PSD). Guardas Municipais que também acompanhavam a votação se dirigem ao Paço.Enfermeiros deixam Câmara e vão ao Paço cobrar prefeito por reajuste

O presidente da Câmara, vereador João Rocha (PSDB), explicou que o Executivo não encaminhou toda documentação exigida para que a matéria fosse votada na sessão desta quinta-feira. O tucano revela que o detalhamento do impacto que a incorporação de benefícios vai causar na previdência municipal não foi encaminhado.

“A política de hoje é nova. Não dá mais para votar no afogadilho”, justificou o líder do prefeito na Casa, vereador Chiquinho Teles (PSD).

Dos quatro projetos que aguardavam votação, apenas dois, segundo Chiquinho, estavam com toda documentação correta, o que trata da incorporação de benefícios a professores e à própria Guarda Municipal.

O plenário da Câmara que estava lotado ficou vazio depois que os enfermeiros saíram para acompanhar Fritz na tentativa de agenda com Marquinhos. 

Jornal Midiamax