Política

Dia do Servidor Público ‘Bonito Esteticamente’ vira polêmica em cidade do RJ

Concurso vai eleger o servidor e servidora mais bonitos

Richelieu Pereira Publicado em 24/11/2017, às 12h38

None

Concurso vai eleger o servidor e servidora mais bonitos

A criação do Dia do Servidor Público Municipal “Bonito Esteticamente” virou polêmica e motivo de piada em Petrópolis, no interior do Rio de Janeiro. De acordo com o texto da Lei 7.857, do vereador Márcio Arruda, que foi aprovada na Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito Bernardo Rossi, a data será comemorada na 2ª sexta de dezembro, com direito a um concurso que elegerá o bonitão, ou a bonitona, do respectivo ano.

Em publicação no Diário Oficial do município, na terça-feira (21), o autor da lei explica que o concurso não poderá exceder o número de dez participantes que receberão um número de 1 a 10, por sorteio. Eles terão que “desfilar graciosamente”. Além disso, cada participante terá que colaborar com a venda de dez ingressos (R$ 20 cada). O valor, de acordo com o texto, será revertido para três instituições de caridade.

Dia do Servidor Público ‘Bonito Esteticamente’ vira polêmica em cidade do RJ

A nova lei virou piada nas redes sociais, e gerou incredulidade nos cidadãos da cidade fluminense. “Eu ainda não estou conseguindo acreditar nisso”, disse um internauta. “Se fosse ‘bonito de alma’ eu teria alguma chance, já ‘esteticamente’”, lamentou outro.

“O que eu mais gosto na criação do Dia do Servidor Público Municipal Esteticamente Bonito são as possibilidades que se criam: Dia do Oficial Militar Moralmente Edificante, Dia do Fiscal Sexualmente Atraente, Dia do Técnico Administrativo Sublime”.

“Imagina o currículo do cara daqui alguns anos?: “Administrador de empresas, economista, pós-graduado, vencedor do Prêmio Servidor Público Esteticamente Bonito 2017”, publicou outro.

*Com informações do Jornal O Globo 

(Foto: Bernardo Rossi, prefeito de Petrópolis – Reprodução do Facebook)

Jornal Midiamax