Política

Deputados analisam veto contra internet gratuita em rodoviárias

Pauta prevê outro veto e três projetos de lei

Midiamax Publicado em 22/06/2017, às 11h30

None

Pauta prevê outro veto e três projetos de lei

Deputados analisam, nesta quinta-feira (22), veto contrário a instalação de pontos de internet gratuita em rodoviárias de Mato Grosso do Sul.

Parecer do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), em dezembro do ano passado, ressaltou que legislar sobre o tema seria competência da União e poderia causar aumento de tarifas.

Empresas concessionárias, conforme o governador, não teriam previsto em seu contrato exigência de fornecimento do serviço, o que “traria custos não esperados e não previstos”.

Texto da proposta, elaborada por Pedro Kemp (PT), previa que todas as rodoviárias deveriam ofertar internet wi-fi gratuita, sob pena de multa de R$ 9.864 (400 UFERMS).

Em pauta

Flávio Kayatt (PSDB) terá apreciada proposta que denomina de coronel Alexandre Pantaleão Ormondes de Figueiredo a sede do 4º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Ponta Porã.

Junior Mochi (PMDB) outra que revoga, em virtude de encerramento das atividades, a declaração de utilidade pública concedida ao Centro Cultural Guaraoby.

Haverá ainda projeto do Poder Judiciário que estende a licença-paternidade a servidores e magistrados, além de outro veto aplicado a introdução e manutenção de programas de educação física adaptada nas escolas de autoria de Felipe Orro (PSDB). 

Jornal Midiamax