Política

Deputada do MS, líder do PSB mantém base de Temer na CCJ

Tereza Cristina negou pedido de presidente do PSB para trocar membros

Joaquim Padilha Publicado em 28/06/2017, às 14h56

None

Tereza Cristina negou pedido de presidente do PSB para trocar membros

A deputada Tereza Cristina (PSB), líder do partido na Câmara, negou um pedido do presidente da sigla e manteve na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) dois deputados contrários à denúncia apresentada pela PGR (Procuradoria-Geral da República) contra o presidente Michel Temer (PMDB).

“Enfatizamos que a prerrogativa de indicar membros de comissões na bancada socialista é do líder do PSB na Câmara. Reitero que não substitui ninduém da CCJ e não o farei”, disse Tereza Cristina em nota enviada à imprensa.

A deputada foi recomendada pelo presidente do partido, Carlos Siqueira, a substituir os deputados Danilo Forte e Fábio Garcia, ambos do PSB e membros da CCJ, por outros parlamentares que fossem favoráveis à denúncia contra o presidente Michel Temer.

O pedido do presidente da sigla faz parte da indicação da Executiva Nacional do PSB, que decidiu recomendar a renúncia de Temer por falta de governabilidade e a aceitação da denúncia do procurador Rodrigo Janot, tanto na CCJ quando no Plenário.Deputada do MS, líder do PSB mantém base de Temer na CCJ

A denúncia apresentada pelo procurador-Geral da República contra Temer deverá passar pela CCJ antes de ir ao Plenário da Câmara de Deputados e, só então, caso 2/3 dos deputados aprovem a denúncia, poderá dar início a um inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) contra o presidente.

Esta não é a primeira vez que Tereza Cristina contraria uma decisão do partido. A deputada federal perdeu a liderança estadual do PSB de Mato Grosso do Sul, após votar a favor das reformas trabalhistas em sessão na Câmara, em abril.

O Jornal Midiamax tentou entrar em contato com a deputada, mas foi informada pela assessoria da parlamentar que a mesma estaria em agenda no Palácio do Planalto sem horário previsto para retorno.

Confira na íntegra a nota lançada pela deputada:

“Informo que os deputados federais Danilo Forte (PSB- CE) e Fabio Garcia (PSB – MT) permanecem como titulares da Comissão de Constituição e Justiça (CCJC) da Câmara dos Deputados.

Enfatizamos que a prerrogativa de indicar membros de comissão na bancada socialista é do líder do PSB na Câmara. Reitero que não substitui ninguém da CCJ e não o farei. Assim informo que tal notícia não tem procedência e quem a informou não tem legitimidade para fazê-lo.

Dep. Tereza Cristina

Líder do PSB na Câmara dos Deputados”

Jornal Midiamax