Política

Comissão da Câmara que trata sobre situação do IMPCG define primeiras ações

Próxima reunião será na quarta-feira (11)

Midiamax Publicado em 05/01/2017, às 10h56 - Atualizado em 23/07/2020, às 19h42

None
comissao_impcg_.jpg

Próxima reunião será na quarta-feira (11)

Uma das comissões formadas no dia da posse dos vereadores para esta legislatura 2017/2020 foi para acompanhar a situação do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande). Os vereadores que compõem o grupo já definiram os primeiros trabalhos e a próxima reunião.

Pastor Jeremias Flores, William Maksoud, Chico Veterinário, Enfermeira Cida, Fritz e Dr. Livio vereadores são os responsáveis pelos trabalhos. Eles fizeram a primeira reunião nessa quarta-feira (4) e definiram que os primeiros encaminhamentos serão a elaboração de ofícios solicitando cópias dos livros fiscais e diários dos anos de 2010 a 2016 referente as contas do instituto.

O presidente da comissão é o vereador Fritz e a Enfermeira Cida Amaral a relatora. Na reunião, os parlamentares agendaram para a próxima quarta-feira (11), às 9h, no Plenarinho Edroim Reverdito, outro encontro para apresentar o cronograma e a metodologia de trabalho.

A comissão foi formada com o intuito de investigar as possíveis irregularidades no IMPCG, tendo como principal a questão do desaparecimento de milhões de reais. Segundo a assessoria da Câmara, na ocasião da reunião, o servidor Fernando Câmara, que trabalha na Prefeitura há 15 anos, usou a Palavra e se mostrou preocupado com a situação do Instituto de Previdência.

“Queremos saber o que tem sido feito com o dinheiro da nossa aposentadoria. Houve uma ingerência e deve-se apurar o que aconteceu. Vimos pela imprensa que haviam R$ 300 milhões no Fundo no começo da gestão passada e esse dinheiro sumiu, não sabemos quanto tem hoje. Nós servidores fomos omissos e deixamos isso à revelia. Somos culpados também”, disse.

Como servidor aposentado da Prefeitura, o vereador Chico Veterinário se mostrou preocupado com as condições do IMPCG. “Sou funcionário aposentado do município e tenho uma preocupação muito grande com o nosso futuro. Tínhamos um caixa muito grande e esse dinheiro desapareceu”, afirmou.

De acordo com o presidente da Comissão, vereador Fritz “a Prefeitura está fazendo um diagnóstico completo da situação do IMPCG, para termos encaminhamentos mais sólidos sobre as irregularidades e estarmos conduzindo os trabalhos da Comissão”, disse.

Para a relatora, vereador Enfermeira Cida Amaral “quando se fala em questão monetária é muito sério. Fiz questão de participar dessa Comissão, também sou da saúde e quero dar a minha contribuição”, disse.

Já o vereador Pastor Jeremias Flores destacou que “estamos com sangue quente e querendo trabalhar. Vamos, em nome da Casa, dar o encaminhamento plausível que todos esperam”. Informação da Assessoria da Câmara.

Foto: Câmara Municipal

Jornal Midiamax