Política

Assim como Reinaldo, Lula também ataca delatores da JBS: ‘canalha’

Petista disse que Joesley 'mexe com grana' do exterior

Ludyney Moura Publicado em 02/06/2017, às 11h07

None

Petista disse que Joesley ‘mexe com grana’ do exterior

À exemplo de outros políticos citados como beneficiários de propinas pagas pelo Grupo JBS, em troca de concessões e apoio governamental, o ex-presidente Lula (PT) também negou os fatos e disparou contra os empresários Joesley e Wesley Batista.

“Um canalha de um empresário disse que fez uma conta no exterior para mim e para Dilma (ex-presidente Dilma Rousseff, PT), mas a conta está no nome dele e é ele que mexe com a grana”, disse Lula durante congresso nacional do Partido dos trabalhadores.Assim como Reinaldo, Lula também ataca delatores da JBS: ‘canalha’

O petista afirmou que o país não aguenta mais ‘palhaçada’ e viver numa ‘situação de achincalhamento’. Joesley disse que depositou pelo menos US$ 150 milhões para Lula e Dilma em contas fora do Brasil.

Já Reinaldo chamou a delação dos donos da JBS de ‘mentira deslavada’, mas assumiu que se encontrou várias com os empresários e executivos da empresa. Ele também negou ter recebido propina em troca de concessão de benefícios fiscais.

Congresso

Petistas de todo o país estão reunidos em Brasília, e até sábado deverão escolher o novo presidente da sigla, e discutir os rumos do país e do próprio partido, não apenas com vistas à eleição de 2018, mas também sobre enfrentamento do governo de Michel Temer (PMDB). 

Jornal Midiamax