Política

Assessora de vereador é assaltada ao sair da Câmara de Campo Grande

Guardas fazem buscas no local

Evelin Cáceres Publicado em 06/04/2017, às 13h05

None
935ee39c-495d-43d0-88f9-7754932a5623.jpg

Guardas fazem buscas no local

Uma assessora do vereador Veterinário Francisco (PSB) foi assaltada na manhã desta quinta-feira (6) ao sair do prédio da Câmara Municipal de Campo Grande. Um homem, ainda não identificado, teria pegado o celular da assessora do bolso da calça e fugido.

Assustada, a assessora foi embora para casa. O vereador disse que a assessora não conseguiu ver se o homem estava armado e nem as características, pois teria ficado assustada. Ela estava saindo pelo portão lateral, na Rua Pestalozzi. Dois guardas municipais em motos fazem ronda pelas proximidades da Casa de Leis.

Um deles relatou que, ao todo, quatro a seis guardas se revezam por dia para fazer a segurança do prédio. Os guardas verificam se há câmeras para tentar identificar o assaltante.

Sem luz

A chuva que caiu na Capital durante a madrugada desta quinta-feira (6) deixou a Câmara de Vereadores também com problemas na rede de energia nesta manhã. Algumas dependências da Casa funcionam sem luz, tanto que os parlamentares mudaram o local de recepção do prefeito Marquinhos Trad (PSD).

No começo da manhã de hoje, alguns gabinetes funcionavam mesmo no escuro. Já a sala da presidência da Câmara, onde os vereadores receberiam o prefeito para uma agenda oficial, tinha energia, mas não suportava manter o funcionamento do ar-condicionado, o que levou à mudança de sala para o encontro com o Chefe do Executivo.

Apesar do contratempo, a sessão ordinária desta quinta-feira deve acontecer normalmente, isso porque no plenário da Casa a luz não foi prejudicada, mas o ar-condicionado também está desligado.

Jornal Midiamax