Política

Assembleia vota piso de farmacêuticos e Câmara dívida de mutuários da Emha

Piso para 40hs semanais será de R$ 3,7 mil

Ludyney Moura Publicado em 09/05/2017, às 10h50

None
Foto: Divulgação/Victor Chileno/ALMS

Piso para 40hs semanais será de R$ 3,7 mil

As duas principais Casas Legislativas do Estado, a Assembleia e a Câmara da Capital, votarão projetos de interesse de setores distintos da sociedade nas sessões ordinárias desta terça-feira (9).

Os deputados estaduais vão analisar quatro projetos, um deles é a proposta que estabelece um piso salarial dos profissionais farmacêuticos bioquímicos.

Segundo a proposta, de autoria dos deputados Paulo Siufi (PMDB), George Takimoto (PDT), Mara Caseiro (PSDB) e Rinaldo Modesto (PSDB), o piso de farmacêuticos, para 40 horas semanais, será de R$ 3.748,00.

Para jornada de 30 horas semanais o piso será de R$ 2.811,00. Para 20 horas semanais o valor estipulado é de R$ 1.874,00, e ainda R$ 937 para jornada de 12 horas semanais.

Na Câmara, além de abrir espaços para Executiva Estadual do PTdoB, que vai discursar sobre mudança do nome do partido para ‘Avante’, os vereadores vão analisar a proposta de autoria do Executivo Municipal que ‘institui o programa Viver Bem Morena, que visa a renegociação de dívidas junto à Emha (Agência Municipal de Habitação)’.

Jornal Midiamax