Política

Após deixar base, deputado diz que governo está ‘desarrumado’ na Assembleia

Líder amenizou atrito entre aliados na Casa 

Ludyney Moura Publicado em 10/05/2017, às 15h58

None
Foto: Divulgação/Victor Chileno/ALMS

Líder amenizou atrito entre aliados na Casa 

Depois de Lídio Lopes (PEN), foi a vez de Paulo Siufi (PMDB) deixar a base de Reinaldo Azambuja (PSDB) na Assembleia, após uma discussão com o líder da bancada tucana na Assembleia e vice-líder do governo, Beto Pereira (PSDB).

Para Siufi, a gestão Azambuja pode ter prejuízos com a diminuição da base. Ele lembrou a discussão entre Pereira e Lopes pela presidência da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), e afirmou que apesar da saída da ala governista, mantém boa relação com governador.

“O governo está com uma base desarrumada, e sem dúvida, dependendo do projeto pode ter dificuldade de aprovação. Por várias vezes o governo não tem quórum, em outras vezes eu faço a defesa do governo, ao invés de ir alguém do PSDB”, disparou o peemedebista.

Lídio evitou comentar sobre o desentendimento com o tucano, disse que apesar de estar como independente na Casa, permanece no bloco liderado pelo PMDB.

Já Beto Pereira alegou que o governo não terá prejuízos com a saída dos colegas da base, e alegou que sua postura tem ‘base constitucional’, e ainda afirmou que acredita que Siufi não deixará a base governista. “Ele só falou no momento, mas vai permanecer (na base) com certeza”, disse o tucano.

O líder do governo na Casa, deputado Rinaldo Modesto (PSDB) afirmou que os acontecimentos entre os colegas fazem parte do ‘dia a dia’ da Casa, e adiantou que ‘não iria se meter’ no assunto entre os colegas, e que as saídas não trarão prejuízos para o governo. 

Jornal Midiamax