Política

VÍDEO: Assessoras da Prefeitura fazem representação por quebra de decoro contra Durães

Elas pedem providências ao presidente da Câmara

Evelin Cáceres Publicado em 05/05/2016, às 14h14

None
01.jpg

Elas pedem providências ao presidente da Câmara

As assessoras de comunicação da Prefeitura de Campo Grande Márcia Scherer e Ana Rita Amarília impetraram nesta quinta-feira (5) uma representação contra o vereador Roberto Durães (PSC) por quebra de decoro parlamentar.

Elas alegam em um documento com seis páginas encaminhado ao presidente da Câmara, vereador João Rocha (PSDB), que o vereador quebrou o decoro ao dizer na sessão da última terça-feira (3) em sessão parlamentar “conhecer muito bem, ainda mais no silêncio dos edredons,” a mãe do prefeito Alcides Bernal (PP).  

O pronunciamento, segundo o documento, é um ato incompatível com a função de vereador e a quebra de decoro é prática prevista na Lei Orgânica de Campo Grande como passível de afastamento do cargo de vereador.

Além das assessoras, vários defensores do prefeito Alcides Bernal e o ex-secretário de Governo Paulo Pedra também estavam na Câmara coletando assinaturas para somar à representação. Veja o vídeo aqui

Mais cedo, o presidente da Câmara, vereador João Rocha (PP) afirmou que era preciso a formalização de alguma representação contra o vereador para que a Câmara tomasse alguma atitude.

Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso do Sul), Tâmara Sanches afirmou que a declaração é passível de cassação do mandato do vereador.

“Demostrou total falta de argumento válido, sem falar da falta de educação e caráter. Já estou me mobilizando, juntamente com a advogada Lilian Veronese, que representa a Comissão do Idoso e do Portador de Deficiência para analisar o tipo de representação cabível”. 

Jornal Midiamax