Política

Rejeição de Bernal é maior que a de Rose e Marquinhos somadas

Faltam sete dias para a eleição

Jessica Benitez Publicado em 25/09/2016, às 15h47

None
grafico_rejeicao.jpg

Faltam sete dias para a eleição

A quarta rodada de pesquisa do Instituto DATAmax revela que dentre os 15 candidatos à Prefeitura, o prefeito Alcides Bernal tem 32,40% da rejeição dos eleitores. Em seguida vem o vereador Marcos Alex (PT) com 20,30%. O deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) e a vice-governadora Rose Modesto (PSDB) estão tecnicamente empatados neste quesito com 17% e 16,40% respectivamente.

Embora a eleição ocorra em exatos sete dias, o índice de entrevistados que não souberam ou quiseram responder é alto: 28,60%. Outros 5% rejeitam o nome do ex-vereador Marcelo Bluma (PV), mais 4,80% não querem Suél Ferranti (PSTU) no comando da cidade.

O deputado estadual Coronel David (PSC) tem 4,40% assim como a candidata Rosana Santos (PSOL). O ex-secretário estadual de Cultura Athayde Nery (PPS) e Pedrossian Filho (PMB) têm cada um 4,30% da rejeição dos eleitores. Aroldo Figueiró (PTN) aparece no ranking com 4,10%, Adalton Garcia (PRTB) e Elizeu Amarilha (PSDC) com 3,50%.

Por fim vêm Flávio Arce (PCO) e Lauro Davi (PROS) com 3,30% cada. A pesquisa DATAmax, apurada entre os dias 19 e 23 de setembro, foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número MS-09130/2016.

Ao todo foram entrevistadas 800 pessoas das sete regiões de Campo Grande: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo que representam 99% da população, conforme IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Estima-se, segundo o instituto, uma margem de erro máximo total que oscila em 3,5 pontos percentuais tanto quanto para cima quanto para baixo, considerando-se um nível de confiança de 95%.

Mudança – Na última pesquisa do DATAmax que divulgou rejeição, Bernal tinha 33,30%, Alex 13,10%, Marquinhos 12,70% e Rose 11,10%. Suél tinha 2,50%, Athayde 1,90%, Coronel David 1,70% e Rosana1,50%. Bluma (PV) e Pedrossian têm cada um 1,40% da renegação da população.

Adalton, Arce, Aroldo e Lauro estavam com 1%, por último vinha Elizeu com 0,60%. À época 31,80% dos entrevistados não souberam ou não responderam qual candidato rejeitariam nesta eleição.

Rejeição de Bernal é maior que a de Rose e Marquinhos somadas

Jornal Midiamax