Política

Populares vão à diplomação de eleitos para protestar e cobrar promessas de campanha

Grupo é pequeno

Jessica Benitez Publicado em 16/12/2016, às 22h34

None

Grupo é pequeno

Pouco menos de 10 pessoas fazem protesto silencioso do lado de fora do Rubens Gil de Camilo, local em que ocorre a diplomação do prefeito eleito Marquinhos Trad (PSD), da vice Adriana Lopes, dos 29 vereadores e 17 suplentes. O pequeno grupo desaprova o fato de que pessoas investigadas sejam diplomadas.

Munidos de cartazes citando as Operações Coffee Break e Lama Asfáltica, eles também pedem que a Câmara Municipal seja mais ativa, tendo em vista que o orçamento previsto para 2017 é de R$ 68 milhões. “A Câmara tem que trabalhar mais e a sociedade precisa se manifestar”, disse a empresária Luciane Costadeli.

Também atuante no setor empresarial João Faria, que é cadeirante, conta que foi até lá para cobrar de Marquinhos a promessa de criar uma pasta voltadas às pautas de mobilidade e acessibilidade. 

Jornal Midiamax