Política

Pedro Chaves é contra antecipar eleição presidencial e pede fim da reeleição

Senador vê PEC como ‘extemporânea’

Ludyney Moura Publicado em 05/09/2016, às 19h03

None
pc14088598_1238405529543319_5798838235060226487_n.jpg

Senador vê PEC como ‘extemporânea’

O senador Pedro Chaves (PSC) é contrário à PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que pede a realização de uma nova eleição presidencial juntamente com o pleito municipal do próximo mês de outubro.

“Eu acho que agora (a proposta) é extemporâneo. As eleições municipais devem ter prosseguimento”, afirmou o senador, contrário à proposta do colega Walter Pinheiro (sem partido-BA).

Chaves também defende uma reforma política que dê fim à reeleição, à proporcionalidade e que unifique as eleições no país. O senador é favorável a um mandato de 5 anos para Executivo e pleito que unifique escolha de governantes, nos três níveis.

O senador, que votou favorável ao impeachment de Dilma Rousseff (PT), revelou que acredita que o governo do presidente Michel Temer (PMDB) possa ‘reaquecer a economia’. Segundo ele, uma pesquisa divulgada recentemente pela Fundação Getúlio Vargas já mostra aumento do grau de confiança de empresários estrangeiros no Brasil.

“Temer tem projetos importantes, e não tenho dúvida que com aumento de confiança na equipe econômica, aumentará também a credibilidade do país para investidores internacionais”, frisou o senador. 

Confira o link da consulta pública (AQUI)

Jornal Midiamax