Política

Operação do Gaeco aumenta ojeriza da população com políticos, diz deputado

Deputados estaduais evitaram comentar repercussão do caso

Ludyney Moura Publicado em 21/09/2016, às 15h27

None
img_6237.jpg

Deputados estaduais evitaram comentar repercussão do caso

O deputado estadual, e candidato a prefeito da Capital, Coronel David (PSC), afirmou que a Operação Midas, deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), aumenta a descredibilidade da classe política junto à população.

“Isso aumenta ojeriza. Esses fatos só fazem com que a indignação da população com políticos, de modo geral, aumente”, afirmou o deputado, durante a sessão desta quarta-feira (2), na Assembleia Legislativa.

Para o petista Pedro Kemp, a operação, que culminou com  a prisão de duas pessoas e depoimento de vereadores da Capital, pode interferir no pleito que se aproxima.

“Principalmente os que foram citados, mesmo que não tenham sido presos, só o fato do nome aparecer, prejudica de alguma, ainda mais tão próximo das eleições”, disse o deputado do PT.

O peemedebista Eduardo Rocha disse acreditar que a Operação tenha relação com o ex-vice-prefeito da Capital, e que foi preso pelo Gaeco outra ação, Gilmar Olarte. O deputado do PMDB não acredita que isto irá interferir nas eleições marcadas para 2 de outubro.

Os deputados Maurício Picarelli (PSDB) e Marcio Fernandes (PMDB) não quiseram comentar o assunto. 

Jornal Midiamax