Política

MPE quer indeferimento de solicitação de viagem de Gilmar e Andreia Olarte

Eles querem ir para São Paulo

Jessica Benitez Publicado em 27/10/2016, às 17h57

None
print1_4.jpg

Eles querem ir para São Paulo

O MPE-MS (Ministério Público Estadual) pediu que a Justiça indefira solicitação feita pelo ex-prefeito e ex-primeira-dama de Campo Grande, Gilmar e Andreia Olarte, para viajar à cidade de São Paulo por 4 dias com veículo próprio. Como estão em prisão domiciliar, não podem se ausentar de Campo Grande sem autorização judicial.

Conforme as promotoras de Justiça Grazia Strobel Gaifatto e Cristiane Mourão, esta coordenadora do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), a deferimento do pedido implicaria amanteticamente no descumprimento de outras medidas cautelares impostas a eles quando passaram de prisão temporária para domiciliar.

Como por exemplo, “recolhimento domiciliar, com monitoramento eletrônico de segunda a sexta-feira, das 20h às 06h do dia seguinte; das 20h de sexta-feira às 06h de segunda-feira; e a permanência integral na residência durante sábados, domingos e feriados”.

Andreia justifica precisar de dois dias para ir e voltar de São Paulo e outros dois para resolver questões profissionais. Conforme os autos, ela, que é dona da Casa da Esteticista, precisa se reunir com fornecedores, além de trazer produtos. Olarte iria para acompanhá-la. Contudo, para as promotoras, a empresária pode eleger alguém para representá-la por meio de procuração ou fazer reuniões por videoconferência, telefone e e-mails.

Jornal Midiamax