Política

Moka não descarta candidatura, mas sugere vereadora para candidata

Moka não descarta candidatura, mas sugere vereadora

Midiamax Publicado em 27/01/2016, às 13h18

None
pmdb-moka-diz-que-bc-aumentou-os-juros-para-conter-a-inflacao-2644-g.jpg

Moka não descarta candidatura, mas sugere vereadora

O senador Waldemir Moka (PMDB) descartou apoio a candidatura de Nelsinho Trad (PTB) a prefeito. Moka deixou claro que não tem nada contra o ex-prefeito, mas ressaltou a necessidade de candidatura própria do PMDB em Campo Grande. “Em um eventual segundo turno podemos apoiá-lo”, opinou.

O senador é um dos citados como pré-candidato do PMDB a prefeito de Campo Grande, mas diz que intimamente não quer. Apesar de contrário, Moka não descarta concorrer, caso o partido insista em tê-lo como candidato.

Sem vontade de disputar, o senador sugere a vereadora Carla Stephanini (PMDB) como pré-candidata. “Pega a vida da Carla e olha. Uma pessoa íntegra, decente. O eleitor vai querer isso no final”, analisou.

Indagado sobre pesquisas, que não apontam Carla entre os preferidos, o senador minimizou, afirmando que pesará a postura e vida pregressa do candidato. “O André (ex-governador André Puccinelli) tinha 3% e ganhou a eleição”, recordou.

Além de Carla, Moka citou o deputado Márcio Fernandes (PTdoB), que está de mudança para o PMDB, como pré-candidato do partido. Ele não citou, por exemplo, o deputado Carlos Marun (PMDB), que estava com ele no evento do PMDB em Campo Grande. 

Jornal Midiamax