Política

Moka é listado entre parlamentares mais influentes do Congresso

Simone Tebet, Marun e Mandetta estão no ranking de ascensão

Jessica Benitez Publicado em 03/08/2016, às 18h26

None
moka.jpg

Simone Tebet, Marun e Mandetta estão no ranking de ascensão

O senador Waldemir Moka é o único político sul-mato-grossense na lista dos 100 mais influentes do Congresso Nacional, conforme lista divulgadas nesta quarta-feira (3) pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar). O peemedebista também esteve no ranking em 2015 ao lado do então senador Delcídio do Amaral, à época do PT.

O Diap classifica os escolhidos como 'Cabeças' do Congresso e têm como critério de avaliação qualidades e habilidades que fazem o parlamentar se destacar dos outros. Entre os atributos está a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade e facilidade para ter ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.

Entre os 100 parlamentares que comandam o processo decisório no Congresso, 62 são deputados e 38 são senadores. São Paulo é o estado com mais parlamentares na relação, sendo 15 e Mato Grosso e Tocantins não conseguiram emplacar nenhum nome.

Crescimento – O levantamento também apresenta os que estão em ascensão e que ainda não estão elencados, segundo o Diap, por razões circunstanciais, perderam interlocução. Das bancadas sul-mato-grossense em Brasília, aparecem a senadora Simone Tebet e o deputado federal Carlos Marun, ambos do PMDB em em primeiro mandato nas funções, além do veterano deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM).

Jornal Midiamax