Política

Marquinhos venceria 2º turno contra Bernal, Puccinelli e Rose, indica DATAmax

Nomes dos candidatos ainda precisam ser homologados nas convenções

Ludyney Moura Publicado em 08/07/2016, às 15h54

None
0000.jpg
Nomes dos candidatos ainda precisam ser homologados nas convenções

Depois de liderar as pesquisas de 1º turno feitas pelo Instituto DATAmax, encomendadas pelo Jornal Midiamax, de intenção de voto para prefeito de Campo Grande, o deputado estadual Marquinhos Trad, pré-candidato do PSD, também aparece à frente de seus principais concorrentes em um eventual 2º turno.

A disputa entre Marquinhos e atual prefeito, Alcides Bernal (PP), que ainda não assumiu publicamente sua vontade de concorrer à reeleição, registraria 38,43% para o deputado e 27,61% para o alcaide. O percentual de brancos e nulos seria o menor nos três cenários, 25,87% e indecisos 8,08%.

Em um cenário entre o social-democrata e o ex-governador André Puccinelli, principal liderança do PMDB no Estado, mas que ainda não revelou se será candidato, a diferença seria menor, já que Marquinhos teria 34,33% dos votos, contra 25,50% do peemedebista. Brancos e nulos chegam a 31,34% e indecisos 8,83%.

Marquinhos venceria 2º turno contra Bernal, Puccinelli e Rose, indica DATAmax

Se a eleição fosse hoje e Marquinhos disputasse o 2º turno com a pré-candidatada do PSDB, a vice governadora Rose Modesto, ele teria 41,72% os votos, contra 18,91% da tucana, a maior diferença registrada neste levantamento. O número de brancos e nulos seria de 29,48% e eleitores indecisos de 9,83%.Marquinhos venceria 2º turno contra Bernal, Puccinelli e Rose, indica DATAmax

Marquinhos venceria 2º turno contra Bernal, Puccinelli e Rose, indica DATAmax

Ao todo foram entrevistadas 804 pessoas em Campo Grande e a margem de erro aos percentuais é de 3.5 pontos para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. As sete regiões da cidade foram ouvidas: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo. A amostragem foi feita entre os dias 25 e 30 de junho com registro no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) no dia 27 do mesmo mês. O número de protocolo é MS-03822/2016.

Jornal Midiamax