Política

Ex-integrante do Grupo Acaba recebe alta após ser atingido por tiro em bar

Caso ocorreu no último dia 05

Midiamax Publicado em 22/10/2016, às 14h26

None
acaba.jpg

Caso ocorreu no último dia 05

Eduardo Lincoln Gouveia, de 60 anos, ex-baterista do Grupo Acaba recebeu alta do hospital no início da noite dessa sexta-feira (21). Segundo seu filho, Lincoln Gouveia, ele está em casa, mas inspira cuidados. Eduardo estava internado no hospital Santa Casa, desde a noite no dia 05, quando foi atingido por um tiro no abdômen, em Campo Grande, em um bar na Rua Pedro Celestino.

No dia seguinte, ele passou por um procedimento cirúrgico e aguardava avaliação médica, no pós-operatório. Seu estado de saúde era considerado estável e estava consciente. O filho relatou que a vítima irá ficar cerca de dois meses em recuperação em casa.

“Meu pai saiu ontem [sexta-feira (21)] por volta das 18h. Ele ainda requer cuidados e ainda vai ficar mais 2 meses em recuperação em casa. Quanto ao crime à polícia está investigando. Está nas mãos da justiça”, relatou Lincoln.

Ao ser questionado sobre o que de fato ocorreu no dia do ocorrido, pelo que Eduardo contou, ele disse que a advogada os orientou a não falar por enquanto sobre o caso e que seu pai ainda vai prestar depoimento e contar de fato o que aconteceu.

O caso foi encaminhado para a polícia civil. Eduardo Lincoln que esteve por aproximadamente 10 anos no Acaba chegou a participar da comemoração de 50 anos do grupo que ocorreu no último dia 25 de setembro no Palácio Popular da Cultura. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário Centro).

Jornal Midiamax