Política

Em viagem a Nova York, Temer se hospeda em hotel pago por Dilma

Dívida de R$ 60 mil em hotel já tinha sido paga por petista

Joaquim Padilha Publicado em 18/09/2016, às 16h07

None
hotel_nova_iorquino.jpeg

Dívida de R$ 60 mil em hotel já tinha sido paga por petista

Em sua segunda viagem internacional desde que assumiu oficialmente a presidência, o presidente Michel Temer (PMDB) não terá de pagar nada pela estadia em Nova York, nos Estados Unidos. O peemedebista irá se hospedar no hotel Plaza Athenee, onde a conta já estava quitada pelo governo brasileiro.

De acordo com a Folha de São Paulo, em abril deste ano, a então presidente Dilma Rousseff reservou uma suíte no hotel, mas, de última hora, decidiu ficar na casa do embaixador do Brasil na ONU (Organização das Nações Unidas), Antônio Patriota, após ter sido convidada por ele.

Mesmo assim, o débito pago já estava avaliado em R$ 60 mil ao governo brasileiro. Agora, Temer irá usar o crédito deixado pela sua antecessora no estabelecimento. Quando soube do crédito no hotel de luxo, Temer decidiu usá-lo para poupar recursos.

O peemedebista parte na manhã deste domingo (18) para Nova York. Inicialmente, ele seria acompanhado pela mulher, Marcela Temer, que preparava uma agenda independente. Marcela, entretanto, desistiu da viagem.

Oficialmente, o Palácio do Planalto informou que ela preferiu permanecer no Brasil para dar continuidade à preparação do programa Criança Feliz, um programa destinado as crianças de até três anos das famílias que fazem parte do Bolsa Família.

Jornal Midiamax