Política

Em nota, Renan pede desculpas a Aécio e diz que suas opiniões são públicas

Presidente do Senado havia dito que Aécio tem 'medo da Lava Jato'

Norberto Liberator Publicado em 25/05/2016, às 14h35

None
renan-calheiros-fotos-publicas_1.jpg

Presidente do Senado havia dito que Aécio tem 'medo da Lava Jato'

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), publicou uma nota nesta quarta-feira (25), na qual afirma que o teor de sua conversa com Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, é público e já chegou a ser dito por ele a jornais. Na gravação vazada, Renan diz que Aécio ‘tem medo da Operação Lava Jato’.

A nota diz que "as opiniões do senador, sempre, foram publicamente noticiadas pelos veículos de comunicação, como as críticas ao ex-presidente da Câmara dos Deputados, a possibilidade de alterar a lei de delações para, por exemplo, agravar as penas de delações não confirmadas e as notícias sobre delações de empreiteiras, todas foram, fartamente, veiculadas".

O presidente do Senado também pediu desculpas ao presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), dizendo que se expressou ‘inadequadamente’, ao afirmar que o tucano teria ‘medo’ da Lava Jato e que o teria procurado para saber detalhes sobre a delação em que Delcídio do Amaral (sem partido-MS) citou seu nome.

Renan finaliza dizendo que não tem qualquer objetivo de intervir ou tentar obstruir a Justiça em relação à Operação Lava Jato."E não seria o caso, porque nada vai interferir nas investigações", conclui a nota do senador.

Jornal Midiamax