Política

Comissão do Impeachment marca votação do relatório para 6 de maio

Dilma apresenta defesa está semana

Jessica Benitez Publicado em 26/04/2016, às 17h19

None
anastasia.jpg

Dilma apresenta defesa está semana

O relatório sobre o pedido de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), será colocado em votação na comissão especial no dia 6 de maio, segundo confirmou o relator do caso, senador Antônio Anastasia (PSDB-MG), oficializado na função nesta. Nesta quinta-feira (28) a acusação será ouvida. No dia seguinte (29) é a vez de a defesa da petista falar aos parlamentares.

A contar desta terça-feira (26) Anastasia tem 10 dias úteis para chegar a um parecer sobre a solicitação da saída de Dilma. A previsão é de que a comissão especial fará reuniões diárias até a votação do relatório.

Conforme o presidente da comissão especial, Raimundo Lira (PMDB), o relatório deve ser submetido ao plenário principal do Senado no dia 11 de maio, a exemplo da sessão que ocorreu na Câmara dos Deputados no último dia 17.

Se assim como os deputados federais, a maioria dos senadores foram favoráveis à instauração do processo de impeachment a presidente é afastada por 180 dias. Lembrando que para isso 41 dos 81 parlamentares devem votar pela aprovação do pedido.

A comissão contra com dois senadores de mato Grosso do Sul, sendo eles os peemedebista Simone Tebet e Waldemir Moka. O terceiro integrante da bancada de MS, Delcídio do Amaral (sem partido) já antecipou ser favorável à saída da petista da qual foi líder no Senado antes de ser preso. (Com informações da Agência Senado)

Jornal Midiamax