Política

Candidatos ‘se armam’ para semana final de campanha e comentam DATAmax

Esta é a quarta rodada de pesquisa

Midiamax Publicado em 25/09/2016, às 18h44

None

Esta é a quarta rodada de pesquisa

Com poucos dias para as eleições municipais de 2016, que irão eleger prefeitos, vices e vereadores, os candidatos a prefeitos de Campo Grande traçam novas estratégias para os últimos momentos. Paralelamente eles comentaram a pesquisa DATAmax, encomendada pelo jornal Midiamax. Nesta, o deputado estadual Marquinhos Trad, candidato pelo PSD, aparece em primeiro lugar na intenção de votos, seguido pela vice-governadora Rose Modesto (PSDB) e depois o atual prefeito Alcides Bernal (PP).

De acordo com a pesquisa Trad lidera com 33,10% as intenções de voto para a prefeitura de Campo Grande, em pesquisa estimulada. Esta é a quarta rodada da pesquisa do Instituto DATAmax. A candidata do PSDB, Rose Modesto, aparece em segundo na preferência do eleitorado, com 24,30%. O concorrente à reeleição, Alcides Bernal, do PP, pontuou 11,50%, conforme o levantamento.

Na quarta colocação vem o engenheiro Marcelo Bluma (PV), com 2,10%. Na sequência vem o deputado estadual Coronel David (PSC), com 2,00%, seguido por Alex do PT, com 1,60%; Aroldo Fiqueiró (PTN), com 0,80%; Athayde Nery (PPS), com 0,80%; Rosana Santos, do PSOL, com 0,60%; Pedrossian Filho (PMB), com 0,50% e Lauro Davi (PROS), com 0,30%.

Adalton Garcia (PRTB), Flavio Arce (PCO), Elizeu Amarilha (PSDC) e Suél Ferranti (PSTU) aparecem cada um com 0,00% na pesquisa.

Marquinhos Trad disse que isso é mais uma demonstração de que ele irá ganhar em primeiro turno. “Estou cada vez mais confiante de que iremos vencer no primeiro turno. A expectativa é de mudança entre os eleitores, pois eles estão vendo que tanto com o PSDB quanto com o PP ao conseguem resolver os problemas e a resposta será nas urnas, tanto arpa Rose, quanto para Bernal. Nesses últimos dias iremos intensificar a proximidade com o a população”.

A vice-governadora Rose Modesto diz acreditar suas propostas são as melhores e que isso esta fazendo com que cada vez mais pessoas se juntem ao seu projeto. “A verdadeira pesquisa se mostrar nas ruas, com o sentimento e o apoio das pessoas. Todo os dias mais gente se juntam a nós nesse projeto que vai transformar Campo Grande e é nisso que apostamos, a vitória em razão de termos as melhores propostas para a nossa cidade”, disse Rose via sua assessoria pelo WhatsApp.

O parlamentar estadual Coronel David, do PSC, diz que não segue pesquisas. “Há pesquisas para todos os gostos. Eu não sigo pesquisa. O resultado mesmo iremos ver no dia da eleição. Agora iremos dar mais enfase nas caminhas dos bairros e conversa com a população”.

Marcelo Bluma, candidato pelo PV, ficou satisfeito com o resultado e diz que a sua expectativa é que indecisos irão se definir nestes últimos dias. “A minha percepção é que estes que estão nas primeiras colocações da pesquisa são votos de pessoas das classes mais populares, ou seja, mais leigos, por que eu tenho andado e pessoas da classe media por exemplo, estão dizendo que não decidiram em quem vão votar. Acredito que a maioria vão definir nos 45 minutos do segundo e escolherem pela mudança, que é com o PV”.

O secretario licenciado do Estado Athayde Nery, que concorre ao pleito pelo PPS, também enfatiza que os número de indecisos é muito grande e isso vai fazer a diferença. “Nós estamos crescendo e não estou ligado com pesquisa. Nas rus se vê o quanto as pessoas estão indecisas e irão se definir nesta semana. Vamos continuar apresentando nossas propostas e a pesquisa mesmo será do dia 02 de outubro”.

Ao todo foram entrevistadas 800 pessoas das sete regiões de Campo Grande: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo que representam 99% da população, conforme IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Estima-se, segundo o instituto, uma margem de erro máximo total que oscila em 3,5 pontos percentuais tanto quanto para cima quanto para baixo, considerando-se um nível de confiança de 95%.

A reportagem não conseguiu contato com os demais candidatos que completam os 15 concorrentes a prefeitura de Campo Grande.

Jornal Midiamax