Política

Zeca é definido como pré-candidato para disputar prefeitura da Capital

Por enquanto, PT descarta aliança com Bernal

Evelin Cáceres Publicado em 09/11/2015, às 16h07

None
zeca.jpg

Por enquanto, PT descarta aliança com Bernal

O trabalho do PT neste fim de ano e no início de 2016 será de construir unidade entre os membros para que o partido lance o deputado federal Zeca como pré-candidato nas eleições de outubro. Em reunião nesta segunda-feira (9), Antônio Carlos Biffi afirmou que todos entenderam que Zeca é o mais experiente para disputar a prefeitura de Campo Grande.

“Neste momento, definimos que será o Zeca. Não gosto de falar em consenso, mas que estamos construindo o entendimento". Ele não descarta composição com Alcides Bernal no ano que vem, mas por enquanto o projeto é candidatura própria. "Não vamos fechar portas. Mas a ideia é trabalharmos para que o partido tenha condições de lançar candidaturas próprias nas 15 maiores cidades do Estado”, afirmou.

Zeca afirmou que sua escolha foi consenso e que está disposto a ser o candidato do partido. “É um momento importante para que o PT volte a se firmar em função de todo o momento político que estamos vivendo. Desde que meu nome unifique o PT e que a gente construa uma forte chapa competitiva com os vereadores. E nós temos tempo para isso”.

Apesar de não ser mais ligado ao PT, Zeca disse que vai consultar Ricardo Ayache (PSB) sobre a escolha. “Devo respeito e tenho consideração por ele. Seja para compor chapa, ou para anunciar esta escolha”.

Pedro Kemp, que assim como Amarildo Cruz já tinham se disponibilizado a disputar a prefeitura, disse que Zeca é o mais indicado. “Todos acreditamos que a cidade precisa mais do que nunca de alguém experiente para administrá-la”, ressaltou. Participaram da reunião Biffi, Zeca, Kemp, Amarildo, João Grandão, Marcos Alex, Airton Araújo e Vander Loubet. 

Jornal Midiamax