Política

Vereadores pedem ajuda da população para redução do vale-transporte

Legisladores usam o whatsapp para propagar ideia

Jessica Benitez Publicado em 07/07/2015, às 19h43

None
romero.jpg

Legisladores usam o whatsapp para propagar ideia

Em pleno ano pré-eleitoral, vereadores de Campo Grande ‘pegaram carona’ no projeto de Lei do Governo do Estado que diminui de 17% para 12% alíquota de ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) sobre o óleo diesel e espalham, por meio do whatsapp, campanha para abaixar o valor do vale-transporte em Campo Grande. 

O plano para redução da passagem, hoje em R$ 3 reais, começou no último fim de semana com Chiquinho Telles (PSD) e Eduardo Romero (PTdoB). Após sessão ordinária de hoje, na qual o tema foi debatido, o petebista e Luiza Ribeiro (PPS) iniciaram postagens nas redes sociais e whatsapp para propagarem a ideia entre os eleitores.

Romero argumenta que o óleo diesel equivale a 25% do custo da passagem no contrato entre as empresas de ônibus e a Prefeitura. Pelas contas do parlamentar, este dado, junto à redução do preço do combustível decorrente da queda da alíquota do ICMS, de 17% para 12%, deveria refletir em até R$ 0,20 de abatimento preço do passe.

O vereador repassa a seguinte mensagem por meio do aplicativo para celulares: “Direito é direito, se tem desconto pro empresário tem que repassar pra população. Me ajude nessa defesa”. Já Luiza optou por fazer montagem dizendo que “o Governo reduziu o ICMS do diesel, então a tarifa do transporte coletivo também tem que baixar”.

Jornal Midiamax