Política

Professora Rose diz que Olarte deve priorizar fim da greve na educação

Vice-governadora comentou greve que dura mais de 30 dias

Midiamax Publicado em 03/07/2015, às 20h33

(De: Arquivo, Midiamax)
(De: Arquivo, Midiamax) - (De: Arquivo, Midiamax)

Vice-governadora comentou greve que dura mais de 30 dias

A vice-governadora Rose Modesto (PSDB) disse na tarde desta sexta-feira (3) que a Prefeitura Municipal de Campo Grande deve priorizar a negociação com os professores para que a greve que já dura 40 dias acabe na Reme (Rede Municipal de Ensino). De acordo com o Rose, o prefeito deve respeitar a categoria e seguir o exemplo do Estado, que negociou com a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) há um mês e acabou com a greve no Estado.

“Eu recebi os professores e conversei com eles, todos estão dispostos a negociar e a Prefeitura tem que chegar a um consenso com eles”.

Segundo a vice-governadora e professora de formação, uma forma de conceder o reajuste de 13,01% aos docentes é a fazendo com que o executivo municipal reduza os gastos e faça ajustes na folha. “Eu acho que a sugestão é essa, mas só quem pode responder isso é quem está lá, quem assina e tem o dinheiro na mão”.

Rose destacou que a greve dos professores é legitima e que ambos os lados devem buscar uma alternativa. Ainda de acordo com a vice-governadora, o movimento não é bom os envolvidos e todos saem prejudicados com a demora na negociação. “O professor não quer a greve, nem a Prefeitura e nem os pais que estão com os filhos em casa. Tem que respeitar a categoria e resolver”, concluiu.

Jornal Midiamax