Política

Processante ganha força e vereadores têm dúvida sobre resultado final

Oposição pressiona pela abertura

Midiamax Publicado em 07/08/2015, às 10h55

None
camara.jpg

Oposição pressiona pela abertura

Os aliados ao prefeito Gilmar Olarte (PP) precisarão intensificar os diálogos para evitar a abertura da comissão processante, na próxima terça-feira (11). Há alguns dias a processante era dada como morta na Casa, mas hoje os vereadores já têm dúvida sobre o resultado final.

O vereador Chiquinho Telles (PSD), por exemplo, acredita que se a sessão fosse hoje, a processante seria aberta na Casa. Ele, particularmente, entende que seria melhor esperar o resultado da CPI das Contas para depois pedir processante, mas não descarta votar a favor do pedido que tramita atualmente.

O presidente da CPI das Contas, Eduardo Romero (PTdoB), discorda do vereador Chiquinho Telles. Ele reafirma que votará a favor do pedido de processante, por entender que tudo que garante transparência é válido.

O vereador Carlão (PSB) também tem dúvidas sobre o resultado da votação de terça. Ele entende que hoje é impossível prever o resultado, visto que muita gente que dizia não ser favorável, hoje já tem opinião diferente.

A oposição está mais confiante na abertura .O vereador Alex do PT, por exemplo, alega que a processante dá oportunidade da Câmara mostrar que é independente e não tem compromisso com ninguém. “Quem votar contra vai estar avalizando a gestão do Olarte”, analisou.

A opinião é próxima da vereadora Thais Helena (PT), que defende apuração: “Os vereadores vão ter dois pesos e duas medidas? Eu entendo que não. Os motivos do pedido do Olarte são mais graves do que do Bernal (ex-prefeito Alcides Bernal-PP)”, justificou.

A oposição precisa de 20 votos, dos 29 vereadores, para conseguir emplacar a comissão processante. Hoje, eles só têm nove votos declarados a favor da processante: Thais Helena, Alex do PT, Ayrton do PT, Luiza Ribeiro (PPS), Cazuza (PP), José Chadid, Paulo Pedra (PDT), Eduardo Romero (PTdoB) e Carla Stephanini.

Jornal Midiamax