Política

PMDB indica representantes e conclui composição da CPI do Cimi

Marquinhos Trad será o membro do PMDB na investigação

Midiamax Publicado em 29/09/2015, às 14h00

None
marquinhos_alms.jpg

Marquinhos Trad será o membro do PMDB na investigação

O PMDB indicou, nesta terça-feira (29), os deputados estaduais Marquinhos Trad e Antonieta Amorim para serem, respectivamente, titular e suplente na CPI do Cimi, aberta na Assembleia Legislativa para investigar suposta incitação, por parte do Cimi (Conselho Indigenista Missionário), a atos de indígenas contra fazendeiros em Mato Grosso do Sul. As indicações completam a composição do colegiado.

Após a convocação, o presidente da Assembleia, Junior Mochi (PMDB), convocou os membros para a primeira reunião, em data ainda não marcada. No encontro deverão ser definidas a presidência e relatoria da CPI.

Além de Trad, também são titulares na CPI a deputada Mara Caseiro (PTdoB), autora do requerimento, Paulo Corrêa (PR), ambos pelo bloco parlamentar, Onevan de Matos (PSDB) e Pedro Kemp (PT). A criação da CPI tem encontrado resistência, tanto por parte do Cimi, que é ligado à Igreja Católica, tanto por defensores da causa indígena.

Na semana passada, Mara Caseira foi hostilizada durante sessão da Assembleia. Movimentos sociais entendem que a CPI do Cimi é contrária aos interesses dos indígenas, ao mesmo tempo em que estaria protegendo um genocídio de índios em Mato Grosso do Su.

A bancada do PT chegou a cogitar não indicar membro para a CPI. Recuou diante da possibilidade de perder a vaga.

Jornal Midiamax