Política

Olarte ordena serviço e dá início a recapeamento para corredor de ônibus

Obra orçada em R$ 700 mil tem previsão de ser concluída em 90 dias

Midiamax Publicado em 28/04/2015, às 19h13

None
corredor6_foto_marlon_ganassin_9.jpg

Obra orçada em R$ 700 mil tem previsão de ser concluída em 90 dias

O prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte (PP) assinou na tarde desta terça-feira (28) ordem de serviço de obra de recapeamento da Rua Guia Lopes para a criação de corredor de ônibus. Trecho de 570 metros da via, entre a Afonso Pena e a Rua Brilhante, fará parte do futuro Corredor Sudoeste do Transporte Coletivo, previsto no Projeto de Mobilidade Urbana.

A obra, orçada em R$ 700.734,66, tem previsão de ser concluída em 90 dias. Os serviços incluem sinalização horizontal e vertical, além da acessibilidade. Segundo previsão de Olarte, em meados de maio devem ser assinadas ordens de serviços para iniciar recapeamentos na Rua Brilhante (2,75 km), e nas avenidas Bandeirantes (3,87 km) e Marechal Deodoro (2,45 km).

Olarte pediu paciência à população. “As obras vão começar e eu peço paciência com o transtorno que elas causarão à população. Que fiquem calmos, pois serão obras rápidas”, disse o prefeito, reiterando que vai acelerar “centenas” de obras este ano. Olarte não soube precisar quando o Corredor será implantado. “Esperamos que o mais rápido possível”.

O presidente do Consórcio Guaicurus comemorou o início dos recapeamentos para a implantação do Corredor Sudoeste. “Os corredores de ônibus trarão nova realidade para os usuários. A velocidade vai aumentar de 22 km/h para 30 km/h, fora a segurança”.

O corredor

Com 21,7 km, o Corredor Sudoeste terá início no Terminal Aero Rancho, seguindo pela Marechal Deodoro. Continuará pela Bandeirantes, entrará pela Afonso Pena e seguirá até o shopping, onde retorna pela outra pista, seguindo até em frente do Circular Militar, na Rua Guia Lopes. De lá, passará pela Rua Brilhante até chegar ao Terminal Bandeirante e ao Aero Rancho (pela Avenida Marechal Deodoro). 

Depois de todas as vias serem recapeadas, menos a Afonso Pena, que já teve a capa asfáltica renovada, os corredores e as estações de embarque e desembarque serão implantados. 

Além do Sudoeste, estão projetados mais dois corredores: o sul (centro/terminal Morenão/Guaicurus) e norte (centro/terminal General Osório/Terminal Nova Bahia). O orçamento total é de R$ 116 milhões, prevendo ainda viaduto no cruzamento da Avenida Interlagos com a Gury Marques (julho/agosto), colocação de 500 abrigos em pontos de ônibus e quatro novos terminais.

Jornal Midiamax