Número de independentes do PMDB na Câmara pode aumentar, diz vereador

Cabeludo avalia que divisão da bancada do partido tende a aumentar
| 18/05/2015
- 17:47
Número de independentes do PMDB na Câmara pode aumentar, diz vereador

Cabeludo avalia que divisão da bancada do partido tende a aumentar

Mais vereadores do PMDB estariam dispostos a deixar oficialmente a base do prefeito de Campo Grande, (PP), na Câmara Municipal. A informação é do líder do partido na casa, Vanderlei Cabeludo, afirmando que ele e mais dois colegas de bancada, pelo menos, devem seguir no grupo aliado.

Ao todo, o PMDB tem sete vereadores na Câmara da Capital, a maior bancada da casa. Até agora, somente Carla Stephanini oficializou independência em relação a Olarte.

Segundo Cabeludo, ele, Magali Picarelli e o líder do prefeito, Edil Albuquerque, devem manter posição na base. “Seremos por Campo Grande enquanto o prefeito estiver fazendo por Campo Grande”, resume o vereador.

Além de Cabeludo, Carla, Magali e Edil, também são vereadores pelo PMDB o presidente da Câmara, Mario Cesar, e os médicos Paulo Siufi e Dr. Loester. Semana passada, eles se reuniram para discutir o posicionamento do partido em relação a Olarte e, do encontro, saiu uma certeza: a bancada está dividida.

Veja também

Até agora foram registradas 10 candidaturas à Presidência da República

Últimas notícias