Política

No Comando, Olarte pode dormir em sala pequena e sem ar condicionado

Alvo da Coffee Break, prefeito afastado não quis falar com imprensa 

Heloísa Lazarini Publicado em 02/10/2015, às 21h21

None
interna.jpg

Alvo da Coffee Break, prefeito afastado não quis falar com imprensa 

O prefeito afastado Gilmar Olarte não quis dar entrevista. Ele está na sede do Comando Geral da Polícia Militar, e ao se deparar com imprensa se limitou a dizer “que não irá falar nada até semana que vem para não atrapalhar as investigações”.

Investigado por se envolver em esquema para cassar mandato de Alcides Bernal (PP), em março de 2014, Olarte se apresentou na madrugada desta sexta-feira (2) na 3ª Delegacia de Polícia e foi transferido, há pouco mais de uma hora, para Comando Geral.

O advogado de defesa, Jail Azambuja, tenta na Justiça conseguir autorização para que Gilmar Olarte cumpra prisão domiciliar, mas segundo Coronel Hudimax, do Comando Geral, há possibilidade que o ex-chefe do Executivo Municipal seja transferido ainda hoje para Unidade Batalhão de Guarda e Escolta, que fica ao lado da Máxima, ou retorne à 3ª DP.

Caso fique detido no Comando Geral, Gilmar Olarte deverá dormir em sala usada para descanso dos policiais, que, segundo Coronel Hudimax, possui dimensão de 1,5×2 metros, tem apenas uma janela e não tem ar condicionado. Três policiais do Bope estão no local para garantir segurança do prefeito afastado.

“Pode até ser que ele não durma aqui hoje, pode ser que ele vá para Unidade de Escolta onde já existe um alojamento preparado para recebê-lo. Caso fique lá, ele estará sob responsabilidade do Coronel Longato”, explicou Cel. Hudimax.

Jornal Midiamax