Política

Investigado por nepotismo, prefeito desiste de disputar reeleição

Prefeito alega que vai priorizar saúde da esposa 

Heloísa Lazarini Publicado em 11/10/2015, às 20h45

None
prefeito_paranhos.jpg

Prefeito alega que vai priorizar saúde da esposa 

O prefeito de Paranhos – município distante  466 quilômetros de Campo Grande – Júlio Cesar de Souza (PDT) anunciou neste fim de semana que não irá concorrer à reeleição em 2016. 

Conforme informações do site Naviraí Notícias, o prefeito se reuniu com equipe de governo na sexta-feira (9) e explicou que devido aos problemas de saúde da esposa, Suzana Martins, ele decidiu abrir mão de disputar reeleição pelo partido.

Júlio é investigado pelo MPMS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) por nepotismo. Conforme edição do Diário Oficial do órgão, publicada na sexta-feira (9), foi instaurado inquérito civil para apurar nomeação da primeia dama como secretária municipal de administração.Outro caso de nepotismo investigado pelo MPMS é em Corumbá – município distante 425 quilômetros de Campo Grande.

O mMnistério recomendou no fim de setembro que o prefeito do município, Paulo Duarte (PT), exonerasse a esposa, Maria Clara Mascarenhas Scardini, do cargo de diretora-presidente da Fuphan (Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico). Até o momento, Duarte não acatou recomendação cujo prazo final venceu dia 4 deste mês. 

Além de Júlio Cesar, o prefeito de Amambai – município distante 350 quilômetros de Campo Grande – Sérgio Diozébio Barbosa (PMDB) também anunciou, no início deste ano, que não pretende disputar reeleição.

Jornal Midiamax