Política

Governo quer retomada de investimento em ferrovia Noroeste do Brasil

Azambuja se reúne amanhã com empresário

Jessica Benitez Publicado em 10/06/2015, às 21h39

None
governador.jpg

Azambuja se reúne amanhã com empresário

Para debater sobre a possível restauração da ferrovia, chamada antigamente como Noroeste do Brasil, em Mato Grosso do Sul o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), se reúne amanhã em São Paulo com o diretor-presidente da empresa Rumo ALL, Júlio Fontana Neto, especializada em malha ferroviária. A via já está em processo de desativação, mas para o chefe do Executivo é necessário melhorar a logística sul-mato-grossense.

“O projeto é de expansão e investimento. Queremos ver se há possibilidade de recuperação da rede que é a antiga Noroeste do Brasil”, explicou o tucano. O grupo, que é uma fusão entre as empresas Rumo e ALL desde 2006, anunciou no início do mês pacote de investimento que pode chegar a R$ 8 bilhões no Paraná, mas até o momento nada foi planejado para Mato Grosso do Sul.

Azambuja pretende reverter o quadro, pois acredita que o Estado só terá competitividade a partir do momento em que a logística passar de desafio à realidade. Além da linha férrea, as concessões das rodovias também estão em pauta. O governador, que esteve com a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), ontem em Brasília, revelou que este é o desejo da petista para todo o Brasil.

“Ela quer que o Brasil esteja apto a competir com outros países. Estamos fazendo nossa parte. Os modelos de recuperação das rodovias já estão sendo licitados. Vamos melhorar o escoamento da produção e também melhorar as estradas vicinais para trazer o produto do campo ao centro consumidor”, disse.

O tucano voltou a comemorar investimento de mais R$ 250 milhões que será feito em Três Lagoas pela fábrica de biodiesel Cargill e alça voos maiores ao Estado. “Vamos dobrar o esmagamento de soja em Três Lagoas. E não só exportar commodities, mas exportar produtos como o farelo da soja, o biodiesel e óleo”, finalizou.

Jornal Midiamax