Política

Ex-deputado confirma convite de Reinaldo e pode ser nome do PSDB em 2016

Marçal Filho pode ser a aposta tucana em 2016 para Dourados

Ludyney Moura Publicado em 19/05/2015, às 21h07

None
marcal_filho.jpg

Marçal Filho pode ser a aposta tucana em 2016 para Dourados

O ex-deputado federal Marçal Filho pode estar finalmente de saída do PMDB, e o destino deve mesmo ser o PSDB. O convite para mudança de partido foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) no último final de semana durante o Expoagro (Exposição Agropecuária de Dourados).

“Eu recebei convite do governador para entrar no partido não com a condição de ser candidato, mas com a possibilidade de ser candidato em 2016. Isso vai depender das circunstancias e da posição em que eu estiver nas pesquisas”, afirmou Marçal.

O destino político do peemedebista não é novo, ele retorna ao ninho tucano, já que em 1998 foi eleito pela primeira vez deputado federal pelo PSDB.

A ida de Marçal para o PSDB é aposta de Reinaldo para que o partido tenha um nome de peso para disputar a prefeitura contra o atual presidente municipal do PMDB, o deputado federal Geraldo Resende, apontado por Marçal como ‘dono’ do partido na 2ª maior cidade de Mato Grosso do Sul.

“O PMDB aqui se tornou partido de um cara só. Eu fui convidado, isso se tornou público e nenhum dos caciques do PMDB me procuraram. Talvez, se eu fosse deputado federal teriam procurado, mas como não sou não se importaram. Não recebi ligação de nenhum deputado estadual, federal nem do ex-governador”, disparou.

Marçal lembrou que mantém um relacionamento mais próximo com o governador desde que este era prefeito de Maracaju, e lembrou que também tem boas relações com o ex-colega de parlamento, o presidente nacional tucano, o senador mineiro Aécio Neve.

Não existe um data (para a resposta) podemos conversar daqui a pouco e marcar a filiação. Tenho grande tendência a me filiar, já que tenho grande simpatia pelo Reinaldo e pelo PSDB”, concluiu Marçal Filho. 

Jornal Midiamax